Líder de organização criminosa que atacava Guilherme Kalel e a Onor Kester é morto na cadeia

Nesta quinta-feira, 10 de janeiro, morreu na cadeia em São Paulo, Gustavo de Oliveira, de 32 anos.
Ele era um dos líderes da organização criminosa que nos últimos anos, vem protagonizando uma série de ataques e ameaças contra Guilherme Kalel e a Onor Kester 10 G.
Não há informações sobre as condições em que sua morte ocorreu, mas com certeza é uma praga a menos nesse mundo.

Podem pensar que sou insensível a dor da família.
Porém, uma pessoa que faz o que faz, como faz, prejudicando os outros sem motivos ou nexo, sem senso da realidade, é isso que merece na minha opinião.
A máxima de que quem faz o mal, o mal recebe, se provou eficaz no caso de Gustavo.
Resta saber agora, se com sua morte a organização será desestimulada a seguir com os atentados e prejudicações que tem feito.