Giovana é sepultada em Porto Alegre

Giovana Miccelann foi sepultada na manhã desta quarta-feira, 20, em Porto Alegre.
O enterro foi fechado para familiares, diretores da Onor e amigos mais próximos da empresária.
Antes do sepultamento, houve uma série de homenagens.

Annabelle Rech leu um discurso emocionado, escrito por Guilherme Kalel.
Que não esteve no velório atendendo a uma recomendação médica por causa de sua saúde.
O Jornalista é cardiopata, e em 16 de fevereiro passou mal ao ir no funeral de Laura Elisa.
Para evitar novamente cenas como essas a médica Giovana Granzzoti, recomendou que o paciente não passasse por esse trauma, já que era um grande amigo de Giovana.
Na semana que vem, Guilherme deve visitar a capital gaúcha e entre as suas paradas estará uma visita ao túmulo da empresária, para prestar suas homenagens.
O Jornalista ficou abalado e abatido com a morte da amiga, de maneira tão repentina.

Além do discurso escrito por ele e lido por Annabelle, o funeral ainda contou com apresentações musicais para homenagear Giovana, que amava a música.
Uma das canções que ganhou melodia, foi escrita pelo próprio Kalel, e leva o nome "Giovana".
O funeral de Giovana aconteceu nestas segunda, terça e quarta-feira, em Porto Alegre.
10,2 mil pessoas passaram pelo cemitério onde o velório foi realizado para prestar homenagens e dar o último adeus a ela.
O funeral foi o maior já realizado pela rede Santa Clara, responsável pelo cemitério e que pertence a Onor Miccelann.

Funeral de Giovana Miccelann tem presença de mais de 6 mil em Porto Alegre - Empresária deve ser sepultada nesta quarta-feira

Desde a tarde desta segunda-feira, 13, Giovana Miccelann é velada no Nossa Senhora de Salete em Porto Alegre.
Cheguei na noite de hoje a capital gaúcha para acompanhar o funeral.
E a fila para a entrada no cemitério, dobra o quarteirão.
São mais de 6 mil pessoas que passaram pelo local segundo dados da Onor, e mais de 3 mil pessoas ainda estão na fila.
O funeral tinha a previsão de ser liberado ao público até as 22h.
Mas a diretoria da Onor garantiu que ele pode se estender, para que todas as pessoas da fila sejam atendidas.
As 22h, será feito um isolamento para que mais ninguém entre na fila, e o total de pessoas que nela estiverem terão a chance de prestar suas homenagens.

O caixão está no salão nobre do cemitério, mesmo lugar em que sua mãe Lívia foi velada em 2015, e mesmo lugar também, onde Laura Elisa foi velada em 14 de fevereiro passado.
Giovana já recebeu dezenas de coroas de flores, além de muitas homenagens.

O caixão da jovem é dourado, feito em metal, um padrão exclusivo adotado pela Funerária Santa Clara para funerais importantes.
Também outra novidade, é que o caixão contem alguns desenhos em sua tampa.
Produzida especialmente para aquela Urna Fúnebre, ela conta com um violino que relembra que Giovana amava a música, e o logo da Onor.
Na cabeceira do caixão destampado, também há um logo Onor.

O funeral conta com os serviços essenciais da Santa Clara como café, chá, cappuccino, chocolate quente, biscoitos, pão de mel, entre outros produtos.
Isso porque, a funerária sempre primou por servir coisas nos funerais do cemitério para alimentar as pessoas que locam as salas de velório.
O cemitério possue 5 delas, sendo que 3 vieram de sua inauguração original e outras duas foram feitas depois.
A intenção, é que até 2020, mais duas salas estejam em operação.
As salas podem ser sublocadas para funerais que terão ou não o sepultamento no cemitério.
A locação da sala mais básica custa R$ 5000,00 e a mais avançada, o salão principal, R$ 15000,00.
O valor da locação inclue todo cerimonial e a alimentação ao longo de todas as horas do velório.
O funeral mais longo a ser realizado no cemitério, foi da Assessora Kester Kate Zimmer que durou 3 dias.
O de Giovana deve durar 2, assim como de Laura Elisa.

Cadê ele?
Ainda não se ouviu falar sobre o amigo pessoal de Giovana, e fundador Kester, Jornalista Guilherme Kalel.
Segundo o Blog conseguiu apurar, ele não compareceu ao funeral.
Como o sepultamento será amanhã as 7, é pouco provável que ele apareça ou faça o discurso do enterro como fez no funeral de Laura Elisa no mês passado.
Por outro lado passaram ou estão no velório,
Débora Salles, Ester Marini, Giovanna Decker, Isabella Hous, Mariana Monary, Nathália Hous, Sofia Granzzoti e Victoria Kendrexy, do núcleo de jornalismo.
Os programadores Alrer Faian e Bianca Davi, e as Assessoras Alana Decker, Mariana Novacki e Nicole Hous, também se apresentaram.

Empresária Giovana Miccelann morre aos 29 anos em Porto Alegre

Na manhã desta segunda-feira, 18 de março, Giovana Miccelann não resistiu a Leucemia e faleceu.
Ela morreu as 6h43, na cidade de Porto Alegre, onde estava hospitalizada desde sábado, 16.
Giovana será velada a partir das 13h desta segunda-feira, no Nossa Senhora de Salete, também na cidade gaúcha.
E será sepultada no mesmo cemitério, na manhã de quarta-feira, 20.

O funeral será dividido em 3 partes, a primeira das 13 as 18h de hoje, dedicado a familiares e amigos mais próximos.
A partir das 18h de hoje e até as 22h de amanhã, o velório será aberto para funcionários da Onor e o público de um modo geral.
Das 22h de amanhã até as 7 da manhã de quarta-feira, o velório volta a ser restrito a familiares e amigos.
O sepultamento acontece na quarta, as 7 da manhã.

Giovana Miccelann era empresária dona do grupo empresarial Onor Miccelann, e tinha 29 anos de idade.
Nascida em Porto Alegre, no Rio Grande do Sul, ganhou reconhecimento ao passar a dirigir sua empresa em 2014, e transforma-la em uma gigante com sedes em diversos países pelo mundo.
Atua nas áreas de saúde, vestuário, bem-estar, e notícias e entretenimento desde o ano passado, quando adquiriu os direitos da marca Kester 10 G.
Giovana nasceu deficiente visual, mas em 2014, antes de se tornar Executiva da Miccelann, passou por um transplante de córneas.
Em 2013, retirou o útero ao descobrir um câncer, e em 2017, enfrentou e venceu pela primeira vez a Leucemia.
Em 26 de fevereiro, descobriu uma recidiva da doença e não teve a mesma sorte, vindo a óbito nesta manhã.
Giovana deixa duas filhas, Luna Giovana e Anna Lazara.
E uma irmã adotiva, Larissa Miccelann.
Ela também tem uma tia e duas primas.

Novo boletim de Giovana - Nota sobre o caso Kate

Giovana Miccelann teve quadro de saúde pior, confirmado na noite deste domingo, 17 de março.
A empresária, internada desde este sábado, respira por aparelhos e apresenta problemas nos pulmões e coração, decorrentes de efeitos colaterais do desenvolvimento da Leucemia.
Que enfrenta desde fevereiro quando foi diagnosticada pela segunda vez com a doença.

Giovana está hospitalizada e o quadro de saúde é gravíssimo.
Os médicos que cuidam de seus tratamentos também passaram por mudanças neste domingo.
Giovana Granzzoti, que é responsável pelos tratamentos do Jornalista Guilherme Kalel, chegou a Porto Alegre e será responsável pela empresária agora.
A médica Marilyn Rens, foi afastada dessa atividade.
A Santa Clara não informou o motivo da troca e o Blog não conseguiu contato com Dra. Rens.
Pode ser que a troca ocorreu, por conta de informações que a médica repassou a este Blog.
A Santa Clara tem uma política de privacidade levada muito a sério, e informações do quadro de Giovana foram repassadas ao Blog e aqui publicadas sem intenção de prejudicar a ninguém, na tarde deste domingo.

Nota de esclarecimentos - caso Kate
Em relação a postagem publicada no domingo mais cedo, falando sobre "Sofia Kate", o Blog esclarece que não teve a intenção de ofender a ninguém.
E se desculpa por quaisquer mal entendidos que tenham havido em decorrência da publicação.
A estranheza da usabilidade do nome Kate por "Sofia Granzzoti", é que causou a motivação para que a publicação fosse realizada.
Diante a repercussão negativa do caso, e as postagens críticas feitas por Guilherme Kalel em seu Blog http://guilhermekalel.kester.net.br
E pela Própria Sofia http://sofia.kester.net.br
E o comunicado feito pelos pais de Kate Zimmer, citada na postagem, o Blog e sua responsável, sinceramente se desculpa por quaisquer transtornos.

Giovana tem piora no quadro de saúde, vai a UTI e médicos falam em "Nada o que fazer"

Como postado hoje pela manhã, Giovana Miccelann foi hospitalizada na manhã de sábado em Porto Alegre.
E nesta manhã de domingo, seu quadro piorou rapidamente.
Os médicos a transferiram para UTI da Santa Clara, clínica hospitalar em que está, no final da manhã.
Giovana respira com a ajuda de aparelhos e apresenta um quadro de anemia, e também infecção pulmonar.
Também apresenta um problema cardíaco, desenvolvido nas últimas horas e todos esses relacionados a Leucemia.

Os médicos dizem que a empresária não tem mais muito tempo de vida, nem muito o que fazer por ela.
"Nesse momento fazemos o necessário para garantir um pouco mais de conforto e aliviar sua dor", disse a médica Marilyn Rens, ao Blog.

Giovana Miccelann tem 29 anos de idade, e é proprietária da Onor, detentora de marcas como a Santa Clara Saúde e a Onor Kester 10 G.
A empresária repassou o comando da empresa para Annabelle Rech, em 8 de março, 2 dias depois de ter sido hospitalizada após sofrer uma convulsão em casa seguida de uma falta de oxigenação no cérebro.
Desde então, sua saúde vem se complicando ao longo dos dias que se seguiram, informou Annabelle, que também é amiga pessoal de Giovana e tem acompanhado sua luta contra a Leucemia.

Nesta tarde de 17 de março, Fernanda Rech, Vice-presidente da Onor, disparou comunicado interno para que os Presidentes Onor estejam em reunião extraordinária a ser realizada ainda na data de hoje, as 19h.
Não se sabe ainda o motivo, só que a reunião foi convocada por Annabelle Rech.
O Blog também apurou, que a Presidente Kester Nathália Hous Valle, pode viajar para Porto Alegre nas próximas horas.
Isso pode significar, o cancelamento de um evento Kester que ocorreria nesta segunda-feira, 18, em São Paulo, ou a sua manutenção apresentado por outra pessoa, talvez a Vice, Sofia "Kate" Granzzoti.

"Sofia Kate" Não estamos loucos ou estamos?

As vezes você olha algumas coisas que te deixam impressionadas.
Isso tanto faz para o lado bom, quanto ao ruim, quanto ao da loucura mesmo.
Aí varia de acordo com aquilo que está a ler.

Na tarde de hoje me deparei com uma cena que tinha de comentar, até porque foi uma coisa completamente fora dos padrões.
No Blog "Opiniões que transformam - Blog da Sofia", mantido pela Onor Kester e atualizado pela Vice-presidente da marca Sofia Granzzoti, uma surpresa.
As assinaturas no Blog, passaram a ser assinadas de modo diferente.
As postagens registram o nome "Sofia Kate Granzzoti", ao em vez de só "Sofia Granzzoti", como antes.

Vejam bem, qualquer pessoa pode escolher um nome como pseudônimo, ainda mais se tratando de internet, isso nada contra.
E qualquer nome seria aceitável.
Sofia Mariana faria mais sentido, já que ela e Mariana Monary, também colaboradora Kester estão atualmente juntas.
Poderia se dizer que quis por o nome da namorada, fazer uma homenagem, sei lá.
Agora Kate, ficou no mínimo esquisito.
Já explico por que.

Kate Zimmer Monary, foi a primeira esposa de Mariana.
E faleceu em maio de 2016, vitimada por um câncer no cérebro.
Sofia e Mariana namoraram em dezembro de 2017.
Terminaram o relacionamento poucos meses depois, já em 2018.
A advogada então iniciou uma outra relação com outra pessoa e Sofia também seguiu a sua vida.
E agora mais recentemente, as duas voltaram a se relacionar novamente, desde fevereiro de 2019.
Aí, eis que Sofia aparece com o Kate no nome.
Não é estranho ela aparecer com o nome da esposa da atual namorada?
Esposa essa que faleceu?
É uma homenagem um tanto quanto esquisita, e que precisa ser filtrada.
Se ninguém deu o toque para ela, melhor que a digam.

Giovana Miccelann volta a ser hospitalizada neste sábado

A empresária Giovana Miccelann, voltou a ser hospitalizada na manhã deste sábado, 16 de março, em Porto Alegre.
Ela luta contra uma recidiva de Leucemia, descoberta em 26 de fevereiro.
De lá para cá, esta é a sua terceira internação com relação a doença.

Giovana está hospitalizada na sede da Santa Clara Onor, na capital gaúcha, e não há previsão para sua alta.
Os médicos que cuidam de seu caso, dizem que a jovem de 29 anos tem quadro estável, e que segue recebendo cuidados paliativos.
Ela se recusou a receber tratamentos contra a doença ao descobrir a recidiva.

Em 2017, Giovana teve Leucemia e venceu a doença por intermédio de um transplante.
Agora, se quisesse fazer isso de novo precisaria de um novo transplante até abril de 2019.
Mas, ela sabe que as chances de se encontrar um doador compatível que possa doar, são de uma para 200 milhões.
É por isso que ela recusou receber o tratamento, e disse não ter medo da morte.

Giovana se afastou de todas as atividades de trabalho, incluindo a função de autora pela Editora Golden, na Onor Kester 10 G, em 28 de fevereiro.
E não concluiu a historia Amanda, que estava escrevendo e que já foi retirada do rol de livros da editora.
Giovana tem uma historia de vida impressionante, que iremos relatar em outro Post.
Mas, a empresária agora passa talvez, pelo momento mais difícil de sua vida.